Resenha- Uma Bela História de Amor: Um Sonho que Veio de Deus / Nilson Dimarzio


Essa não é uma história de amor clichê, como vemos em muitos livros. É um romance que estava nos planos de Deus para a vida de Nilson Dimarzio.

Tudo começou com uma bela amizade na caravana “Boina Azul”, no navio Raul Soares em 1963. Naquele ano cerca de 500 pessoas estavam à bordo, em rumo à Bahia para o 6º Congresso da Mocidade Batista Brasileira. E lá estava ela, Helenice Morett. Ambos estavam casados naquela época. Então, se tornaram grandes amigos.

Mas com o passar dos anos, a comunicação entre eles foi ficando cada vez mais difícil. Só se encontravam em grandes eventos ou em congressos.

Nilson se sentia só, por causa do falecimento de sua esposa. Até que um dia, com a direção do Senhor, achou Helenice no Facebook! A partir daí, não se desgrudaram mais.

Uma narrativa que vai cativar o leitor a cada página que se passa, vai ficar em sua memória para sempre.

 

Mas apanhada de surpresa pela pergunta que não esperava para aquele momento, e dominada pela emoção, hesitante um instante na resposta, perguntei pela segunda vez:

“- Você quer casar comigo?”

 

OBS.: Essa imagem do livro vai ser trocada, se Deus quiser. Pois não está disponível no Google ainda. Agradecemos a compreensão e o que conta é o conteúdo.   🙂

Resenha: Mulheres Inteligentes, Relações Saudáveis / Augusto Cury


augusto cury  Em Mulheres Inteligentes – Relações Saudáveis, Augusto Cury apresenta uma fantástica análise sobre a mulher, suas emoções, reações, seus medos, anseios e desejos. O autor identifica quatorze tipos de mulheres, dentre as quais, analíticas, impulsivas, dependentes, autoritárias, trazendo o lado positivo e negativo de cada comportamento. 

“Que você olhe no espelho de sua mente.

E, se olhar, não tenha medo de se enxergar.

E, se enxergar, seja autônoma, reconheça seus defeitos.

E, se reconhecer, seja analítica, não se puna nem se diminua.

Esteja sempre pronta para recomeçar.

E, se recomeçar, se contemplativa, faça muito do pouco.

Desse modo, você se tornará autora da própria história.”

  Como sempre, Augusto Cury surpreende o leitor com suas análises sobre a mente humana, nesse caso a mente feminina.

  Nesse livro encontramos diversos conselhos para as mulheres, e no final de cada capítulo para homens também, que vão revolucionar o seu modo de ver o mundo e de viver. É relatado também diversos sentimentos negativos que existe na mente feminina, como o medo da perda, ciúme, padrões de beleza surreais, da ditadura do trabalho. E atitudes, como a crítica em excesso que podem amargar qualquer tipo de relação. Será que nos encaixamos em um desses sentimentos ou atitudes?

  Augusto Cury comprova que por meio da autoidentificação e reflexão, podemos deixar a culpa e a autopunição que nos aprisiona em nossas mentes de lado para vivermos intensamente o presente.

  Ele também cita as leis fundamentais das relações saudáveis, o poder do elogio, investimentos em sonhos, a arte de agradecer, de surpreender, de dialogar e de autodialogar. A partir desse tópicos aprendemos a transformar nossas atitudes para termos um relação saudável, não somente com quem amamos, mas uma relação saudável com o nosso EU. Afinal, se nós não nos amarmos primeiro, como vamos amar o próximo?

  Uma obra-prima que vai ensinar ao leitor que, simples atitudes podem transformar o seu modo de vida e ao do que o rodeiam.

“Que você possa escrever uma bela história de amor.

E, se escrever, não tenha medo de falhar.

E, se falhar, não tenha medo de chorar.

E se chorar, não tenha medo de suas lágrimas.

Repense sua vida, mas não desista.

Não cobre demais de si nem do outro.

Dê sempre uma nova chance para si mesma…”

~* Dia da Terra *~


terra

“E viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom; e foi a tarde e a manhã, o dia sexto.”
(Gênesis 1:31)

 

  Hoje muitos países comemoram o Dia da Terra, mas será que realmente devemos comemorar?

  Essa data foi criada pelo norte-americano Gaylord Nelson, senador e ativista ambiental, com o intuito de proporcionar a consciência mundial sobre graves problemas ambientais que nos afetam diretamente ou indiretamente e também iniciar discussões sobre a preservação de recursos naturais do nosso planeta.

  O primeiro protesto aconteceu nos Estados Unidos no dia 22 de abril de 1970. Milhares de estudantes de universidades e escolas participaram, além da população. Com toda essa grande opressão sobre o governo foi criado a Agência de Proteção Ambiental.

  terra derretendo

  Cada ano que passa, segundo pesquisas, o nosso planeta fica mais doente, por nossos próprios hábitos. A natureza é perfeita, tudo que Deus criou era bom, como citado no versículo acima. Mas o homem com a sua ganância e busca do poder não mediram as consequências. 

  Não sejamos omisso a realidade, vamos fazer a diferença, a começar por mim. Tudo isso que escrevo se aplica a mim, primeiramente. Então, vamos cuidar do que Deus nos deu, pois se não cuidarmos hoje não haverá uma amanhã para cuidar. Será tarde demais…

terra 3Feliz Dia da Terra!!

~* Dia do Índio *~


indio 2

“Reparte, pois, agora esta terra por herança às nove tribos, e à meia tribo de Manassés” (Josué 13:7)

Hoje, nós brasileiros, comemoramos uma data mais do que especial. O dia do índio, o dia dos nossos ancestrais, guerreiros e guerreiras que viviam aqui, muito antes da chegada dos portugueses.

  Muitos não sabem como e nem quando surgiu essa data comemorativa. Então vamos explicar um pouco. Esta data foi criada em 1943 pelo ex-presidente Getúlio Vargas, através do decreto lei número 5.540. Para compreendermos essa data, precisamos voltar para 1940. Neste mesmo ano, foi realizado no México, o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano. Que contaram com a participação de várias autoridades governamentais dos países da América, vários líderes indígenas deste continente foram convidados para as reuniões e decisões. Mas, os índios não compareceram nos primeiros dias do evento, porque estavam apreensivos. Esse comportamento era visível, pois os índios estavam sendo perseguidos há séculos, agredidos e dizimados pelos “homens brancos”. 

  Com o passar dos dias, o líderes indígenas compreenderam a importância da sua participação e de suas tribos para aquele momento histórico. Esse Congresso foi realizado no dia 19 de abril, que ficou marcado, pelo continente americano, como o Dia do índio.

  Infelizmente muitos desse povos indígenas estão quase em extinção, mas ainda podemos reverter esse quadro sabendo dividir, como citado no versículo acima.

indio

 

Devemos saber dividir a nossa herança, a terra que nos foi dada entre todos os povos que habitam no Brasil, principalmente os indígenas que viviam aqui, muito antes do Brasil se chamar Brasil.

  Como brasileiros, precisamos conhecer um pouco mais de nossa origens. Acesse o site do Museu do Índio para que você um dia possa fazer uma visita a esse museu com acervos de várias tribos indígenas brasileiras: http://www.museudoindio.gov.br/

Além do Museu do índio, o Museu Histórico Nacional também têm acervos de várias tribos indígenas brasileiras que vale a pena conferir: http://www.museuhistoriconacional.com.br/

Não deixe para refletir sobre nossos ancestrais somente no dia 19 de abril, mas sim todos os dias, afinal todo o dia é dia do índio.

indio 3

  Feliz Dia do Índio! 

Resenha – As Crônicas de Nárnia: A Viagem do Peregrino da Alvorada


nárnia  Lúcia e Edmundo, com seu odioso primo Eustáquio a tiracolo, embarcam numa incrível viagem de aventuras e descobertas, a bordo do imponente navio Peregrino da Alvorada. Rumo às Ilhas Solitárias, em busca dos sete amigos desaparecidos do pai do rei Caspian, eles encontram um dragão, uma serpente do mar, um bando de criaturas invisíveis, um mágico e o próprio Aslam, o Grande Leão, que os presenteia com uma promessa muito especial.

  “A nossa história começa numa tarde em que Edmundo e Lúcia aproveitavam juntos alguns minutos preciosos. Como é óbvio, falavam de Nárnia, nome do país secreto deles. Acho que quase todos nós temos um país secreto, que, para a maioria, e apenas um país imaginário. Edmundo e Lúcia eram bem mais felizes: o país secreto deles era verdadeiro. Já tinham até visitado Nárnia duas vezes, de verdade, não sonhando, nem brincando. É claro que tinham conseguido chegar lá por Magia, que é a única maneira de atingir Nárnia. E tinham prometido que lá voltariam algum dia. Assim, você pode imaginar como eles falavam de Nárnia, sempre que podiam.”

   Para o azar e sorte de Lúcia e Edmundo, eles tiveram que passar uns tempos na casa de seu primo detestável, Eustáquio. Detestável porque ele amava perturbar a vida de seus primos Pevensie, sem exceção.

  Até que um dia, em uma das discussões entre Edumundo, Lúcia e Estáquio, um quadro que estava na sala em que eles discutiam começou a ganhar vida! Sendo que esse quadro tinha um barco, tipicamente narniano no oceano, ou seja, todos ficaram completamente encharcados. 

  Ao chegar em Nárnia, Eustáquio leva um choque assim que chega, pois nunca tinha visto animais falantes e nem centauros em toda a sua vida! Já Lúcia e Edmundo já estavam mais do que acostumados com essa realidade. 

  Uma nova aventura desafiadora está a espera de todos que estavam a bordo do Peregrino da Alvorada, recuperar as Ilhas Solitárias e trazer de volta todos os amigos do pai do rei Caspian, que estavam perdidos a muitos anos. Mas para que eles consigam alcanças seus objetivos, terão que unir forças e vencer todos os desafios apresentados, inclusive dar de cara com uma Serpente do Mar!

  Mais uma das fantásticas obras literárias de C. S. Lewis, que vai deixar o leitor com vontade de embarcar nessa alucinante aventura.

Resenha – As Crônicas de Nárnia: Príncipe Caspian / C. S. Lewis


principe caspian

  Tempos difíceis abateram-se sobre a terra encantada de Nárnia. Os dias de paz e liberdade, em que os animais, anões, árvores e flores viviam em absoluta paz e harmonia, estavam terminados. A guerra civil dividia o reino, e a destruição final estava próxima.

  O príncipe Caspian, herdeiro legítimo do trono, decide trazer de volta o glorioso passado de Nárnia. Soprando sua tromba mágica, ele convoca Pedro, Susana, Edmundo e Lúcia para ajudá-lo em sua difícil tarefa.

  ” – Espere aí… – disse Edmundo. – Faz somente um ano que deixamos Nárnia. E quer me convencer de que, em um ano, os castelos caíram, as florestas cresceram, as árvores que plantamos se alastraram… E sei lá mais o quê? Tudo isso é impossível! “

  Tudo agora era diferente em Nárnia: árvores e animais não falavam, os Narnianos estavam quase extintos, Cair Paravél em ruínas… Isso tudo graças aos Telmarinos, habitantes de Telmar, uma cidade próxima a Nárnia, que através de uma passagem em nosso mundo, conseguiram entrar e tomar Nárnia.

  Após um ano no nosso mundo e 1300 anos em Nárnia, os irmãos Pevensie, juntamente com Príncipe Caspian e os Narnianos, vão tentar retomar Nárnia das garras do terrível falso rei de Telmar, Miraz (tio de Caspian) e devolver o trono a quem pertence de fato. Mas para que isso tudo aconteça, eles vão contar com a ajuda de Aslam, que desapareceu durante esses 1300 anos.

   C. S. Lewis consegue levar o leitor diretamente ao cenário de Nárnia, com muitas aventuras, suspense e, claro, com muitas surpresas. O leitor vai ficar maravilhado com a riqueza de detalhes apresentada e  como nos envolvemos em uma atmosfera tão agradável e ao mesmo tempo cativante.

  Este é o quarto livro da ordem cronológica, porém o segundo livro em ordem de publicação.

Resenha: O Segredo da Rosa Sexualidade para Jovens/Judith Kemp


o segredo da rosa

O livro Cântico dos Cânticos descreve uma linda e romântica história de amor e do casamento entre uma moça simples da classe operária e um rei.

Em uma linguagem poética descreve a beleza de um amor puro e verdadeiro entre um homem e uma mulher.

O Segredo da Rosa levará você a refletir sobre esse história e sobre uma das coisas que mais fascinou o rei apaixonado, além de deslumbrado com sua beleza declarou-se ser ela “um jardim fechado”.

Descubra este segredo e siga estes conselhos!

“As flores podem ser forçadas a abrir quando colocadas numa estufa, mas seu perfume nunca será tão agradável.”

Um das das diversas obras literárias de Judith Kemp, O Segredo da Rosa é um livro que trata sobre a sexualidade segundo o livro Cântico dos Cânticos.

Agora, no século XXI, surgem muitas dúvidas e questões que o mundo impõe para os nosso jovens. O que é um perigo muito grade, de diversas maneiras. Será que é o momento? Devo ou não devo? Por quê não, já todos fazem?

Judith faz um paralelo com a história do Rei Salomão, considerado um dos homens mais sábios da Terra, com o comportamento dos jovens no mundo atual. E ela nos dá exemplos que acontecem conosco no dia a dia, para nos mostrar com clareza seus argumentos que nem sempre os atalhos dos prazeres são a solução e muito menos para a resposta de suas perguntas.

A autora nos mostra que somos obra-prima do Pai, amados, abençoados e que não importa o que tenhamos feito, somos perdoados, afinal Jesus teve que morrer na Cruz para limpar nossos pecados.

Realmente são muitos os desafios a enfrentar, muitos os espinhos, mas cada rosa tem a sua particularidade, sua singularidade que Deus deu.

Em mais um de suas obras, Judith surpreende o leitor a cada página que se passa.

~* Dia Internacional da Mulher *~


mulher 3

“Enganosa é a beleza e vã a formosura, mas a mulher que teme ao Senhor, essa sim será louvada.”  (Provérbios 31:30)

  Hoje é um dia muito especial para nós mulheres, um dia que foi conquistado muita luta!

  Muitas mulheres no dia 25 de março de 1911, morreram queimadas em um incêndio da fábrica Triangle Shirtwaist, em Nova York. E nesse incêndio foi revelado as péssimas condições de trabalho que as mulheres se submetiam e os baixos salários que recebiam. 

  Com o passar do tempo, outros países foram aderindo essa data, assim como o Brasil. Essa data é para nos lembrar de nossa luta contra a desigualdade de gêneros, que ainda é muito forte.

  Porém o Senhor nos ensina que somos filhas do Rei, ou seja, somos princesas! E devemos ser tratadas como tal! E mais do que princesas, devemos ser tementes ao Senhor, pois Ele nunca falhará conosco.

princesa

Aos Olhos do Pai – Diante do Trono 

 Aos olhos do Pai
Você é uma obra-prima
Que Ele planejou
Com suas próprias mãos pintou
A cor de sua pele
Os seus cabelos desenhou
Cada detalhe
Num toque de amor

Você é linda demais
Perfeita aos olhos do pai
Alguém igual a você não vi jamais
Princesa linda demais
Perfeita aos olhos do pai
Alguém igual a você não vi jamais

Nunca deixe alguém dizer
Que não é querida
Antes de você nascer
Deus sonhou com você!

  Minha querida, aos olhos do Pai você é linda, perfeita e muito amada. Você nunca estará sozinha nesse mundo, NUNCA. 

  Bem, essa é a nossa singela homenagem para as nossas queridas e amadas mulheres de todo o Brasil. Feliz Dia Internacional da Mulher! 

mulher 4